Governo proíbe campanha de opositor

O governo do presidente zimbabuano, Robert Mugabe, tem proibido eventos de campanha da oposição para o segundo turno das eleições - marcadas para o dia 27 - citando supostos "problemas de segurança". Apesar de ser uma proibição informal, a polícia afirmou que o candidato da oposição, Morgan Tsvangirai, não está autorizado a visitar aldeias porque pode atrair "multidões" e pôr em risco sua segurança. Ontem, Tsvangirai foi detido pela segunda vez em três dias por tentar fazer campanha no sudoeste do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.