Governo recebe armas compradas da Rússia

A Venezuela começou a receber ontem baterias antiaéreas Pechora 2-M compradas da Rússia por meio de um contrato unificado de US$ 250 milhões com Egito, Líbia, Mianmar, Síria, Vietnã e Turcomenistão. Segundo o jornal Vedomisti, os contratos com esses países - escalonados em três anos - foram unificados entre a indústria russa e a empresa Rossiiskié Technologuii, que se encarregará da distribuição do material comprado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.