Governo rejeita negociar com rebeldes

O governo do Congo anunciou ontem que não negociará com os rebeldes do M23 até que eles saiam da cidade de Goma. Um porta-voz rebelde, no entanto, disse que Kinshasa não estava em posição de estabelecer condições em negociações de paz. O presidente congolês, Joseph Kabila, encontrou-se com representantes do M23 pela primeira vez no sábado, em Uganda. Os insurgentes tomaram Goma na semana passada. Tropas da ONU disseram que não podem interferir no conflito porque seu mandato é limitado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.