Governo russo cria comissão para investigar acidente de avião

O Governo russo criou uma comissão de investigação para esclarecer as causas da catástrofe do Airbus que se acidentou com cerca de 200 passageiros a bordo, ao bater contra um edifício durante a manobra de aterrissagem no aeroporto da cidade russa de Irkutsk, na Sibéria.A iniciativa foi do presidente russo, Vladimir Putin, que encarregou a tarefa ao primeiro-ministro, Mikhail Fradkov, informou o departamento de imprensa do Kremlin, citado pela agência "Interfax".A comissão, que também se encarregará de oferecer assistência aos parentes das vítimas da catástrofe, será liderada pelo ministro dos Transportes, Igor Levitin.O ministro já foi a Irkutsk para acompanhar de perto a investigação a partir do gabinete de crise criado pelas autoridades locais.O representante do presidente russo no distrito da Sibéria, Anatoli Kvashnin, também viajou a Irkutsk.Por enquanto, as equipes de resgate recuperaram 102 corpos de ocupantes do Airbus, enquanto o número de feridos supera os 55, segundo o porta-voz do Ministério de Situações de Emergência, Serguei Beltsov.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.