Governo russo proíbe importação de laticínios da Ucrânia

Segundo porta-voz russo, banimento resulta de violações sanitárias, mas situação agrava as relações comerciais entre os dois países

O Estado de S. Paulo

25 de julho de 2014 | 11h10

MOSCOU - O governo russo proibiu a importação de qualquer tipo de laticínio da Ucrânia, com base num relatório do Serviço Veterinário e de Vigilância Sanitária russo, que aponta falta de controle de qualidade no país, no mais recente sinal da piora das relações comerciais bilaterais.

A Ucrânia assinou um acordo de livre-comércio com a União Europeia em junho. Como consequência, a Rússia, que anteriormente já havia imposto proibições de importações a países que tentavam sair de sua esfera de influência, avisou que provavelmente iria responder com barreiras comerciais.

O banimento, que entra em vigor dia 28, é resultado de violações fitossanitárias e da falsificação de controles de qualidade, disse o porta-voz do Serviço, Alexei Alekseenko.

Os produtos lácteos representam somente uma pequena fração das vendas da Ucrânia para a Rússia, mas a decisão do Kremlin deixará os exportadores ucranianos ansiosos, já que a Rússia responde por cerca de um quarto do comércio exterior do país e quase 8% do PIB. /REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
crise na UcrâniaRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.