Governo sírio bombardeia arredores de Damasco

Os arredores de Damasco, capital da Síria, foram abalados por bombardeios do regime de Bashar Assad na madrugada deste sábado, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos. O conflito aconteceu um dia após os rebeldes assumirem o controle de uma das principais bases áreas do governo.

AE, Agência Estado

12 de janeiro de 2013 | 09h38

O Observatório informou que duas crianças e um homem foram mortos quando a região de Mleha, a sudeste de Damasco, foi atacada. Dois rebeldes que lutavam contra forças do regime também foram mortos. A entidade afirmou que a violência em todo o país deixou 86 mortos na sexta-feira, dos quais 30 são civis. O observatório informou ainda que a artilharia do governo atuou também em Beit Sahem, ao sul de Damasco, e em Artuz Jdaite e Daraya, no sudeste. Além disso, houve ataques aéreos em Rastan, na província central de Homs, onde um rebelde morreu.

A Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou que mais de 60 mil pessoas morreram na guerra civil da Síria, que começou em meados de março de 2011, com protestos pacíficos que se tornaram violentas manifestações contra a severidade do regime sírio. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaviolênciabombardeio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.