Governo sírio e insurgentes fazem cessar-fogo em Homs

O governo da Síria e insurgentes chegaram a um acordo de cessar-fogo nesta sexta-feira, de 48 horas, para permitir a retirada de centenas de combatentes de Homs e devolver o controle da terceira maior cidade do país a forças leais ao presidente Bashar Assad.

Agência Estado

02 Maio 2014 | 11h09

Se o acordo for de fato respeitado, a recaptura de Homs será uma significativa vitória para Assad, semanas antes das eleições presidenciais, marcadas para 3 de junho.

Homs foi uma das primeiras cidades sírias a se rebelar contra o governo, há cerca de três anos, e ganhou o apelido de "capital da revolução". Após uma série de protestos contra o regime de Assad, Homs foi tomada por rebeldes armados à medida que o levante se transformou numa guerra civil.

Também hoje, dois ataques a bomba causaram a morte de pelo menos 18 pessoas na província de Hama, incluindo 11 crianças, segundo a mídia estatal síria. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Síria cessar-fogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.