Governo suspenderá estado de emergência

O governo da Argélia pretende suspender até o fim do mês o estado de emergência em vigor há 19 anos no país, anunciou o premiê Ahmed Ouyahia. Ele acrescentou que a suspensão será acompanhada de medidas nas áreas de habitação, emprego e governança. Líderes de oposição, empolgados com o sucesso das revoltas populares no Egito e na Tunísia, convocaram para sábado um novo protesto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.