Governo tailandês cassa passaporte de ex-premier

O governo da Tailândia cassou o passaporte do exilado ex-primeiro-ministro do país, Thaksin Shinawatra, após os distúrbios dos últimos dias, quando milhares de partidários do ex-premiê paralisaram a capital Bangcoc. A informação foi dada hoje pela chancelaria da Tailândia. Thaksin é acusado pelo atual governo de insuflar a onda de protestos.

AE-AP, Agencia Estado

15 de abril de 2009 | 19h12

Thaksin, um magnata derrubado do cargo de primeiro-ministro por um golpe militar em 2006, vive atualmente em Londres. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Tailândia, Tharit Charungvat, disse que o governo cassou o passaporte no domingo. "Se nós acreditamos que a pessoa que tem o passaporte está fazendo qualquer coisa para minar a segurança da nação, então temos o direito de revogar o passaporte", afirmou o porta-voz.

Tudo o que sabemos sobre:
Tailândiagoverno

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.