Governo toma controle da capital de rebeldes

Rebeldes do grupo rebelde islâmico Al-Shabab, vinculado à Al-Qaeda, abandonaram ontem Mogadíscio, a capital da Somália. Com a retirada, pela primeira vez em anos o governo central consolidou seu domínio sobre a cidade. Segundo os militantes, no entanto, a retirada foi apenas estratégica. O país passa por uma crise de fome e tem tido dificuldades em entregar ajuda humanitária por causa dos radicais. A ONU colocou cinco áreas no sul da Somália em alerta por causa da falta de alimentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.