Governo turco discute ações contra curdos

A cúpula do governo da Turquia reuniu-se ontem para discutir o aumento de mortes de soldados turcos em ofensivas dos separatistas dos Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK). Nos últimos dois dias, ataques feitos pelo PKK deixaram 16 soldados mortos. "Nosso governo está determinado a tomar todas as medidas possíveis para acabar com o terrorismo", afirmou o porta-voz do governo, Cemil Cicek.Ontem, a oposição turca exigiu que o governo ordene a invasão do norte do Iraque, onde a maior parte dos militantes do PKK está escondida. No entanto, os EUA são contra qualquer ação militar na região - uma das poucas estáveis do Iraque. Em setembro, a Turquia assinou um acordo com Bagdá para lutar contra o terrorismo curdo, mas o pacto não incluiu o direito de realizar incursões no norte do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.