Governo turco diz que Israel ameaça a paz regional

O primeiro-ministro da Turquia acusou hoje Israel de ameaçar a paz na região e de usar força desproporcional contra os palestinos. Recep Tayyip Erdogan pediu que Israel pare de violar o espaço aéreo e as águas territoriais do Líbano. Ele também pediu também que o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) imponha a Israel a mesma pressão que faz ao Irã.

AE-AP, Agencia Estado

11 de janeiro de 2010 | 18h52

"Não podemos permanecer calados em relação à atitude de Israel...trata-se de poder desproporcional, enquanto recusa-se a obedecer as resoluções da ONU. Nunca poderemos aceitar esse quadro", disse Erdogan. "Essas medidas ameaçam a paz global". Erdogan falou durante uma entrevista conjunta com o primeiro-ministro libanês Saad Hariri.

Hariri descreveu Israel como um inimigo que ameaça a segurança do Líbano. "Atualmente, Israel continua sua violação ao nosso espaço aéreo e às nossas águas", confirmou Hariri.

Erdogan prometeu apoiar o caso libanês contra Israel na ONU. A Turquia é membro temporário no Conselho de Segurança.

Tudo o que sabemos sobre:
TurquiaIsraelpalestinosONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.