Grã-Bretanha confirma arsenal nuclear nas Malvinas

O ministro de Defesa da Argentina, José Pampuro, confirmou que o governo de seu país recebeu "de parte da chancelaria britânica" informação oficial de que algumas naus inglesas que participaram da Guerra das Malvinas, em 1982, levaram armamento nuclear para a zona de conflito.O ministro destacou que "pela primeira vez a Grã-Bretanha reconhece uma questão que, embora se suspeitava, nunca havia sido confirmada oficialmente".José Pampuro antecipou que o governo tentará obter hoje mais informações sobre o assunto e indicou que a notícia "preocupou muito o governo, porque existem duas ou três naves que ficaram paradas no fundo do oceano". Ele propôs que é preciso "ver se existe algum rastro desta coisa".O governo britânico admitiu que enviou ao Atlântico Sul armas nucleares junto com o arsenal utilizado durante a Guerra das Malvinas. De acordo com a informação do governo inglês à Embaixada da Argentina em Londres, as armas estavam nos barcos que partiram com urgência da Inglaterra com destino às Ilhas Malvinas, mas não foram utilizadas durante a guerra.A Inglaterra também admitiu que parte dos contêineres com os arsenais nucleares sofreu danos, embora o armamento não tenha sido atingido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.