Grã-Bretanha denuncia 'ameaça' a embaixada

A chancelaria britânica afirmou ontem que a representação da Grã-Bretanha na capital líbia, Trípoli, está sob uma "ameaça potencial", dias depois de Londres ter pedido a seus cidadãos que deixassem Benghazi em razão de uma "ameaça específica e iminente" contra ocidentais na cidade. "Estamos cientes de relatos sobre uma ameaça potencial contra a embaixada britânica em Trípoli", disse ontem a porta-voz da representação, afirmando que o governo líbio colabora com a investigação sobre o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.