Grã-Bretanha eleva nível de alerta sobre ameaça terrorista

Secretária do Interior afirmou que a elevação é uma consequência dos eventos na Síria e no Iraque

O Estado de S. Paulo

29 de agosto de 2014 | 11h41

(Atualizada às 12h45) LONDRES - A Grã-Bretanha elevou o nível de seu alerta de ameaça terrorista nesta sexta-feira, 29, para "severo", o segundo nível mais alto, em resposta a possíveis ataques que poderiam estar sendo planejados na Síria e no Iraque, disse a secretária do Interior britânica, Theresa May.

"Isso significa que existe uma grande possibilidade de que ocorra um ataque terrorista, mas não há dados de inteligência que sugiram que um ataque é iminente", disse May em comunicado.

"A elevação do nível de ameaça está relacionada com os eventos na Síria e no Iraque, onde grupos terroristas estão planejando ataques contra o Ocidente. Algumas dessas conspirações possivelmente envolvem combatentes estrangeiros que viajaram da Grã-Bretanha e países da Europa para lutar nos conflitos", acrescentou.

A morte do jornalista americano James Foley há duas semanas no Iraque por um terrorista suspeito de ser britânico causou uma série de demandas por medidas de segurança adicionais e o temor de que pessoas que tenham viajado para Síria e Iraque voltem para a Grã-Bretanha com a intenção de realizar atentados. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
Grã-BretanhaterrorismoSíriaIraque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.