Stefan Wermuth/Reuters
Stefan Wermuth/Reuters

Grã-Bretanha fecha Embaixada do Irã em Londres após invasão em Teerã

Britânicos acusam governo iraniano de 'consentir' com ato de estudantes radicais na terça

Agência Estado

30 de novembro de 2011 | 13h19

NOVA YORK - O Reino Unido informou nesta quarta-feira, 30, que está fechando a Embaixada do Irã em Londres, em resposta aos ataques à Embaixada do país em Teerã um dia antes, e acusou o governo do Irã de consentir com o episódio de terça-feira, de acordo com uma reportagem do jornal The Wall Street Journal. O secretário de Relações Exteriores britânico, William Hague, disse que os diplomatas iranianos têm 48 horas para deixar o Reino Unido.

 

Veja também:

video TV ESTADÃO: Veja imagens da invasão à embaixada britânica

 

Centenas de manifestantes pertencentes à milícia Basij, da linha-dura do governo, invadiram a Embaixada do Reino Unido na manhã de terça-feira. Eles retiraram a bandeira britânica do mastro e queimaram documentos. Além disso, destruíram o local e causaram dano significativo. O Reino Unido informou que requereu o fechamento imediato da Embaixada iraniana em Londres, dizendo que "a equipe de trabalho deve sair dentro de 48 horas".

 

Hague disse que não é possível que o governo iraniano não tenha dado seu consentimento para a invasão da Embaixada na terça-feira. O Reino Unido retirou o seu pessoal da Embaixada em Teerã ontem e nesta quarta-feira. "Não é possível manter uma Embaixada sob essas circunstâncias, ameaças e ações", afirmou ele no Parlamento. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.