Grã-Bretanha investiga como bomba falsa entrou em avião

O governo britânico anuncia a abertura de uma investigação para apurar como um repórter, que se fez passar por carregador de malas, conseguiu levar uma bomba falsa para dentro de um avião. O jornal The Sun publicou que o repórter Anthony France conseguiu um emprego no aeroporto internacional de Birmingham utilizando informações falsas - apesar do nível de alerta elevado, pois o local é considerado um alvo potencial de eventuais atentados. Indicado em 17 de agosto para levar as bagagens para o interior de um avião fretado, com 220 pessoas a bordo e destino a Mallorca, Espanha, France escondeu os falsos componentes da bomba em seus sapatos, passou com eles pela segurança, montou um artefato improvisado no banheiro e o levou ao compartimento de carga da aeronave. France informou que os componentes em seu sapato fizeram soar o alarme de um detetor de metais, mas que teve permissão para passar depois de dizer que havia pequenos rebites de metal no sapato. O Departamento de Transportes, responsável pela segurança nos aeroportos, qualificou o incidente como grave. "Estamos lidando com esse assunto como uma questão de urgência", dizia um comunicado do departamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.