Nacho Doce/Reuters
Nacho Doce/Reuters

Grande Teatro do Liceu de Barcelona reabre com concerto de cordas para plantas

Quarteto de cordas UceLi homenageou o compositor italiano Giacomo Puccini com a peça Crisantemi; fãs de música clássica puderam acompanhar a apresentação pela internet

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2020 | 05h00

O Grande Teatro do Liceu de Barcelona encontrou uma maneira diferente de retomar na segunda-feira, 22, suas atividades após mais de três meses fechado por causa da pandemia do novo coronavírus. O espetáculo Concerto para o Bioceno contou com uma plateia só de plantas, que foram acomodadas nas poltronas da famosa casa de óperas. 

No palco, o quarteto de cordas UceLi homenageou o compositor italiano Giacomo Puccini, com a peça Crisantemi. Os fãs de música clássica puderam acompanhar a apresentação pela internet. A concepção do espetáculo foi do artista conceitual Eugenio Ampudia. 

De acordo com o diretor artístico do Liceu, Victor García de Gomar, a ideia de Ampudia era discutir o “absurdo” da atual condição humana em meio à pandemia. “Um público privado da possibilidade de ser público”, disse Gomar ao site oficial do Liceu.

Segundo o diretor artístico da casa de ópera, a partir da observação do mundo pelo artista “nasce uma proposta inovadora que carrega sua identidade”.

De acordo com Gomar, as 2.292 plantas que ocuparam os assentos serão doadas aos profissionais da saúde, em um gesto de agradecimento ao trabalho deles nos últimos meses – na Espanha, mais de 28 mil pessoas morreram de covid-19.

Para o público, as apresentações no Liceu retornarão no dia 9 de julho, com As Quatro Estações, de Vivaldi. Os ingressos estão à venda por 33 euros (R$ 197). / EFE

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.