EFE/Noah Berger
EFE/Noah Berger

Grandes incêndios na Califórnia fazem milhares de pessoas deixarem suas casas

Com seca no Estado, mais de 20 focos de incêndio foram registrados no domingo; um bombeiro morreu 

O Estado de S. Paulo

03 de agosto de 2015 | 09h29

WASHINGTON - Grandes incêndios no noroeste da Califórnia, nos EUA, deixaram um morto e forçaram cerca de 12 mil pessoas a deixarem suas casas no fim de semana, enquanto mais de 9 mil bombeiros combatiam 20 focos em todo o Estado, que atravessa há meses uma notável seca. O trabalho dos bombeiros continua nesta segunda-feira, 3.

Pelo menos 21 focos de incêndio foram registrados na tarde de domingo em todo o Estado, sendo que um deles, no norte, duplicou durante a noite de sábado para domingo. Esse incêndio queimou mais de 190 quilômetros quadrados, provocou a morte de um bombeiro e destruiu 24 casas e 26 cabanas, informou o jornal Los Angeles Times. No local, autoridades ordenaram a retirada de 12 mil pessoas.

O governador da Califórnia, o democrata Jerry Brown, declarou na sexta-feira estado de emergência em todo o território e disse, em comunicado, que "a grave seca e as temperaturas extremas transformaram boa parte do Estado em um monte de pó". /EFE

Tudo o que sabemos sobre:
incêndioCalifórniaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.