Gravação atribuída a Bin Laden faz ameaças aos EUA

Na mensagem, suposta voz do líder da Al Qaeda adverte que americanos sofrerão enquanto apoiarem Israel.

BBC Brasil, BBC

24 de janeiro de 2010 | 07h57

Uma gravação supostamente de autoria do saudita Osama Bin Laden, líder da rede Al Qaeda, foi divulgada neste domingo, advertindo o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de que haverá novos ataques caso o governo americano continue a apoiar Israel.

Na gravação, divulgada pela TV Al-Jazeera, a voz atribuída a Bin Laden diz que os Estados Unidos nunca viverão em paz até que haja "paz na Palestina".

A autenticidade da gravação não foi confirmada por fonte independente.

A mensagem elogia ainda a tentativa de provocar uma explosão em um avião de passageiros num voo intercontinental no dia 25 de dezembro.

O nigeriano Umar Farouk Abdulmutallab foi indiciado por tentar detonar explosivos em um voo entre Amsterdã, na Holanda, e Detroit, nos Estados Unidos, e disse ser membro da Al Qaeda.

'De Osama para Obama'

A voz na gravação diz que a mensagem é "de Osama para Obama".

Dirigindo-se diretamente aos americanos, a voz diz: "É injusto que vocês disponham de uma vida segura enquanto nossos irmãos em Gaza sofrem tremendamente... Nossos ataques continuarão enquanto vocês apoiarem Israel".

Em setembro, uma outra gravação atribuída a Bin Laden, com dez minutos de duração, havia advertido Obama de que ele seria "incapaz" de terminar com as guerras no Iraque e no Afeganistão.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.