Gravação de Saddam provavelmente é autêntica, afirma CIA

A CIA determinou que a última mensagem de áudio atribuída ao ex-ditador iraquiano Saddam Hussein é provavelmente autêntica, disse nesta quarta-feira uma fonte ligada ao principal serviço secreto americano. A análise técnica da mensagem feita pela CIA indica que a gravação é muito similar a outros registros da voz de Saddam, disse o agente, sob condição de anonimato. Na mais recente gravação de áudio atribuída a Saddam - divulgada ontem pela emissora de televisão Al-Arabiya -, o suposto ex-presidente iraquiano comenta a morte de seus filhos Uday e Qusay Hussein em uma ação do Exército dos Estados Unidos realizada na semana passada em Mosul, norte do Iraque. Funcionários americanos têm poucas dúvidas de que Saddam ainda está vivo, se esconde em algum lugar do Iraque e provavelmente muda de esconderijo com freqüência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.