Grécia é atingida por 12 grandes incêndios

Fortes ventos espalharam enormes incêndios a milhares de hectares de florestas na Grécia nesta sexta-feira, apesar de uma grande operação para apagar o fogo que envolveu aviões enviados aos gregos por outros países da União Europeia. As autoridades gregas não reportaram mortes ou prejuízos maiores a propriedades nos pelo menos doze incêndios de grande proporção que aconteciam hoje da fronteira com a Turquia, na província de Evros, até a ilha de Creta, em pleno Mediterrâneo. Nos últimos dois dias, ocorreram mais de 150 incêndios na Grécia.

AE, Agência Estado

26 de agosto de 2011 | 16h00

Um homem foi detido e acusado de provocar o grande incêndio em Evros (Maritza). As autoridades retiraram os moradores de dois vilarejos no leste e no sul da Grécia. O maior incêndio foi o de Evros, onde florestas queimam pelo terceiro dia seguido e uma área de 4.500 hectares de florestas foi destruída pelo fogo.

Um agricultor local foi considerado culpado nesta sexta-feira, mesmo acidentalmente, por ter provocado o incêndio, uma vez que foram chamas do motor do trator do homem que parecem ter começado o fogo. O homem foi julgado e condenado a cinco anos de prisão e a pagar ? 20 mil, mas foi solto sob fiança.

As autoridades conseguiram controlar incêndios na ilha de Creta, na periferia da segunda maior cidade grega, Salonica, bem como na periferia sul de Atenas.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.