Grécia manifesta apoio a diálogo entre Kosovo e Sérvia

O ministro das Relações Exteriores da Grécia, Stavros Lambrinidis, disse que as negociações entre a província do Kosovo e a Sérvia são cruciais para as duas partes, uma vez que ambas buscam a adesão à União Europeia. Segundo ele, o diálogo entre os ex-inimigos é "de importância crítica" e alertou que qualquer retomada da violência nos Bálcãs seria "carregada de perigos". Ele falou logo após ter uma reunião com o primeiro-ministro do Kosovo, Hashim Thaci.

AE, Agência Estado

08 Setembro 2011 | 15h20

A Grécia é um dos cinco membros da União Europeia - os outros são Espanha, Romênia, Eslováquia e Chipre - que não reconheceram a independência de Kosovo da Sérvia. Esses países acreditam que o reconhecimento da independência de Kosovo iria insuflar movimentos separatistas dentro das próprias fronteiras.

Em julho as tensões entre a Sérvia e Kosovo voltaram a crescer após uma disputa de fronteiras.

As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Grécia Kosovo Sérvia Bálcãs

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.