Grécia não sairá da zona do euro, afirma Juncker

A Grécia não sairá da zona do euro, afirmou o presidente do Eurogrupo e primeiro-ministro de Luxemburgo, Jean-Claude Juncker, antes da reunião que terá com o governo grego. "Não, eu não acho que isso acontecerá", disse Juncker ao jornal austríaco Tiroler Tageszeitung ao ser perguntado se a Grécia deveria deixar o bloco monetário.

DANIELLE CHAVES, Agência Estado

18 de agosto de 2012 | 09h57

"Se a Grécia rejeitar a consolidação orçamentária completa e reformas estruturais, então teremos de considerar essa questão", observou. "Mas como eu acredito que a Grécia vai tentar redobrar seus esforços para cumprir as metas, então não há razão para esperar que esse cenário de saída seja relevante", acrescentou.

Juncker se reunirá com o primeiro-ministro da Grécia, Antonis Samaras, em Atenas na quarta-feira, em meio a relatos de que o governo grego pedirá mais tempo para implementar os cortes de gastos prometidos em troca de dois pacotes de ajuda financeira internacional.

Samaras também se reunirá com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, na sexta-feira em Berlim, antes de viajar para Paris, onde se encontrará com o presidente da França, François Hollande, em seguida a uma reunião entre Merkel e Hollande na quinta-feira em Berlim. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciazona do euroJuncker

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.