Grécia pede à UE solução para acordo da dívida

O primeiro-ministro da Grécia, Antonis Samaras, disse nesta terça-feira que autoridades da zona do euro não deveriam procrastinar por muito tempo uma decisão sobre a dívida grega, advertindo que esse atraso pode alimentar descontentamentos políticos no país.

AE, Agência Estado

01 de outubro de 2013 | 22h01

Samaras disse que a economia da Grécia está a um passo de voltar a crescer após anos de recessão, mas que a recuperação precisa ser cultivada cuidadosamente pelas autoridades gregas e da zona do euro para garantir um governo e uma economia estável.

A autoridade grega disse que o país precisa ver "uma luz no fim do túnel" após uma enorme e dolorosa reestruturação, e advertiu que sem esperanças as autoridades arriscam "alimentar o extremismo e o populismo."

"Não cometam o erro de fazer uma promessa que não pode ser mantida", afirmou ele em evento no Peterson Institute for International Economics. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
GréciaUESamaras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.