Grécia prepara protesto antes de votação no Parlamento

Sindicatos da Grécia planejam realizar um protesto neste domingo, antes da votação de um projeto no Parlamento que deve gerar milhares de demissões no setor público, para reduzir o déficit orçamentário e atender às exigências dos credores internacionais do país mediterrâneo.

ÁLVARO CAMPOS, Agência Estado

28 de abril de 2013 | 12h29

A legislação, que prevê a demissão de 15 mil servidores públicos até 2014 - sendo 4 mil este ano - começou a ser discutida nesta manhã e deve ser votada por volta da meia-noite (no horário local, 18h de Brasília). A coalizão de governo tem 167 das 300 cadeiras do Parlamento, o que indica que o projeto deve ser aprovado sem dificuldades.

A confederação de servidores Adeby convocou a manifestação em frente ao Parlamento para protestar contra "esses políticos que estão desmantelando o serviço público e destruindo o Estado de bem-estar social". O sindicato do setor privado GSEE diz que o projeto só vai piorar o desemprego no país, que já está no nível elevadíssimo de 27%.

Reduzir o tamanho do setor público é uma condição exigida pela chamada troica de credores internacionais - formada por Comissão Europeia, Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI) - para a liberação da próxima parcela do pacote de resgate, de 8,8 bilhões de euros.

A nova lei vai acelerar os processos de demissões e também aumenta a carga horário dos professores, além de abrir diversas profissões para competição e reduzir um polêmico imposto sobre propriedade em 15%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciaprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.