Grécia redobra esforço para atingir garantir empréstimo

A Grécia redobrou seus esforços para atingir o acordo com seus credores e garantir o empréstimo necessário, afirmou o ministro de Finanças do país, Yannis Stournaras, em entrevista publicada hoje no diário financeiro Imerissia.

PATRÍCIA BRAGA, Agência Estado

20 de outubro de 2012 | 11h33

"Completamos 90% dos esforços para que o pagamento do empréstimo seja feito, agora precisamos dar as respostas aos assuntos pendentes", afirmou Stournaras. "Todo o esforço nacional estaria perdido se não formos bem-sucedidos", disse o ministro grego.

Stournaras negocia as medidas de austeridades para 2013 e 2014 com a Troica - grupo de supervisores formado pela Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional - desde o começo de julho.

A Troica estabeleceu essas medidas, estimadas em redução de 13,5 bilhões de euros, nove bilhões deles para 2013, como condição para a liberação de 31,2 bilhões de euros em empréstimos.

Essa soma faz parte do total de 140 bilhões de dólares prometidos em fevereiro, mas suspensos desde a recente crise política. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciamedidas de austeridade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.