Grécia registra terremoto na ilha de Cefalônia

Prefeito e sismólogos pedem que pessoas deixem temporariamente suas casas

O Estado de S. Paulo,

03 de fevereiro de 2014 | 04h05

Porto em Lixouri foi danificado por terremoto - Foto: APATENAS - Um forte terremoto foi registrado na região ocidental da Grécia, na ilha de Cefalônia. Leituras preliminares indicam um tremor de magnitude entre 5,7 e 6,1.

O prefeito da ilha, Alexandros Parisis, disse a uma rádio grega que o porto localizado em Lixouri, a segunda maior cidade da ilha, foi danificado, mas não deu mais detalhes.

O vice-governador regional, Antonis Kouris, afirmou que não há relatos de danos sérios ou de colapsos de imóveis. As autoridades ainda não tinham um cenário claro sobre a situação das vilas nas montanhas da ilha.

O Instituto Geodinâmico de Atenas registrou às 5h da manhã (no horário local) um tremor de magnitude 5,7, com um epicentro a 12 quilômetros a nordeste da capital da ilha, Argostoli. Já o Centro de Pesquisas Geológicas dos EUA registrou um terremoto de escala 6,1.

Na última semana, a ilha foi alvo de uma série de tremores. No dia 26 de janeiro um tremor de magnitude 5,9 danificou casas e feriu levemente sete pessoas.

A intensa atividade sísmica reavivou memórias do devastador terremoto de 1953 na mesma ilha de Cefalônia e na vizinha Zaquintos. Na ocasião, a região registrou um tremor de magnitude 7,2, três dias após um terremoto de escala 6,4, resultando em centenas de mortos e milhares de feridos.

O prefeito de Cefalônia e os sismólogos insistiram que a população da ilha saia temporariamente de suas casas./ AP

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciaterremoto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.