Grécia rejeita direito do Museu Britânico sobre frisos do Partenon

O ministro da Cultura da Grécia disse nesta segunda-feira que sua proposta de exibir durante as Olimpíadas de 2004 os frisos que foram retirados do Partenon não implica em que seu país reconheça que eles pertencem ao Museu Britânico.?Queremos encontrar uma solução amistosa?, disse o ministro Evangelos Venizelos em um comunicado. ?Mas também sou obrigado a repetir que o governo da Grécia não reconhece ao Museu Britânico títulos de propriedade (sobre os frisos)?.O governo grego deseja exibir as esculturas, também conhecidas como frisos de Elgin, em um museu que está sendo construído em Atenas. O Museu Britânico recebeu os mármores em 1811 de lorde Elgin, embaixador inglês perante o Império Otomano, que nessa época incluía a Grécia. Atenas propôs no ano passado que os frisos lhe sejam entregues por empréstimo, e em troca da exibição de outras antigüidades gregas em museus da Grã-Bretanha. No domingo, o diretor do Museu Britânico, NeilMc Gregor, negou que estivesse negociando com Atenas e disse que a Grécia havia admitido que o museu era o proprietário dos frisos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.