Grécia terá amanhã primeira greve geral sob governo de esquerda do Syriza

A Grécia terá sua primeira greve geral nesta quinta-feira desde que o governo de esquerda liderado pelo partido Syriza assumiu pela primeira vez o poder em janeiro, com os trabalhadores em todo o país protestando contra mais cortes de gastos e aumentos de impostos exigido pelo programa de resgate do país.

Estadão Conteúdo

11 de novembro de 2015 | 15h49

A greve de amanhã será de 24 horas e manterá fechado todos os serviços públicos, museus, escolas e farmácias, enquanto o transporte público será interrompido, assim como os ferry boats. Os hospitais funcionarão apenas com o setor de emergência.

O primeiro-ministro, Alexis Tsipras, ganhou uma segunda eleição em setembro depois de um recuo de suas posições anti austeridade anteriores e aceitar um acordo para impor novas medidas em troca de um pacote de ajuda de três anos, no valor de 86 bilhões de euros de outros países europeus. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciagreve geral

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.