Grécia vai vender títulos lastreados em bens públicos

A Grécia planeja vender títulos tendo bens públicos como colateral para recomprar a dívida soberana e adiar o processo de privatização em meio a condições desfavoráveis do mercado, de acordo com informações divulgadas neste sábado.

NALU FERNANDES, Agência Estado

07 de janeiro de 2012 | 10h03

O jornal To Vima informa que o Fundo Helênico de Desenvolvimento de Ativos, uma agência criada no ano passado para gerenciar as vendas de ativos gregos, planeja criar um título de privatização para recomprar parte da enorme dívida do país no mercado secundário.

Para cada 1 bilhão de euros levantado pelo bônus, o Estado será capaz de recomprar o equivalente a 2,5 bilhões de euros em dívida velha, diante do valor deprimido da dívida grega, disseram fontes da agência ao jornal.

A dívida do Estado Grego, que explodiu para mais de 350 bilhões de euros (US$ 447 bilhões), está sendo negociada até 35% abaixo do valor de face, relata o jornal To Vima.

Em dezembro, a Grécia vendeu quatro Airbus A340 que não estavam em uso por US$ 40,4 milhões. A lista de privatizações inclui portos, aeroportos, serviços básicos, entre outros. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciatítulos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.