Víctor Lerena/EFE
Víctor Lerena/EFE

Greve de pilotos faz Iberia cancelar um terço dos voos

Motivo seria temor de demissão por conta dos desvios de aeronaves para nova aérea criada pelo companhia

Agência Estado

18 de dezembro de 2011 | 09h36

A companhia aérea espanhola Iberia cancelou um terço de seus voos por causa de uma greve de pilotos, que temem a perda de postos de trabalho à medida que os aviões da companhia foram desviados para uso da linha aérea de descontos lançadas pela Iberia. A companhia espanhola informou ter cancelado 91 voos  neste domingo, 18, a maioria dentro do país. Outra paralisação de 24 horas está programada para acontecer no dia 29 deste mês.

A Iberia pretende desviar aeronaves das suas rotas domésticas e de média distância na Europa, as quais dão prejuízo, para a sua companhia de descontos, a Iberia Express, que pretende colocar em operação no próximo ano utilizando pilotos e comissários de bordos recém-contratados e que ganham menores salários. A companhia informa que seus planos são para a sua subsidiária ter 40 aeronaves em operação em 2015.

O sindicato dos pilotos, Sepla, teme perdas de empregos com a criação da subsidiária da Iberia para atuar no nicho das companhias aéreas de descontos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaIberiagrevevooscancelamentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.