Greve de transportes na Itália, apesar do acordo trabalhista

Apesar de um acordo trabalhista,funcionários de empresas do setor de transportes continuaram emgreve neste domingo na Itália, provocando a paralisação dosserviços de ônibus e trens de diversas grandes cidades do país. Depois de diversas semanas de negociações entre os sindicatose o governo, um acordo foi fechado ontem, mas muitostrabalhadores não estavam satisfeitos com os termos do contratoe optaram pelo prosseguimento da greve. Entre as cidades afetadas pela greve no setor de transporteneste domingo estão Milão, Roma, Florença, Veneza e Brescia. Ogoverno ameaçou a adoção de "medidas drásticas" caso persistamas paralisações. Os sindicatos tentam agora convencer seussócios de que o acordo foi o melhor que conseguiram obter.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.