Greve em museus franceses fecha Palácio de Versalhes

O Palácio de Versalhes está fechado para visitação pública por causa de uma greve dos trabalhadores dos museus franceses, a qual também levou ao fechamento do Louvre e de outras atrações turísticas do país. Um funcionário de Versalhes disse que o palácio real, que normalmente atrai milhares de visitantes por dia, estava fechado por falta de pessoal suficiente, embora os jardins continuassem abertos.

AE-AP, Agencia Estado

03 de dezembro de 2009 | 12h33

No Louvre, um funcionário disse que o museu abriu mais tarde hoje e apenas uma parte de seu vasto acervo podia receber visitação. Os dois funcionários falaram sob a condição de anonimato. Os trabalhadores dos museus franceses protestam contra políticas do governo que não preveem a substituição de servidores públicos que vão se aposentar, com consequente redução de pessoal, segundo eles.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.