Greve em Portugal prejudica serviço ferroviário

Parte dos serviços ferroviários de Portugal foi interrompida nesta quarta-feira por funcionários que entraram em greve por causa de cortes salariais e de benefícios.

Agência Estado

06 de novembro de 2013 | 11h18

O governo está procurando reduzir gastos como parte de seu programa de ajuda de 78 bilhões de euros (US$ 105 bilhões) com credores internacionais, aprovado em 2011.

Com o protesto, menos da metade dos trens do país operou durante a manhã.

Amanhã, funcionários da empresa ferroviária Comboios de Portugal e sua subsidiária CP Carga deverão fazer uma paralisação de 24 horas. Trabalhadores da operadora de balsas Soflusa também programaram um protesto para esta quinta-feira. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Portugaltrensgreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.