Greve paralisa sistema ferroviário da Grécia

Todo o sistema ferroviário da Grécia foi paralisado hoje após os empregados da ferrovia estatal terem lançado uma greve contra as reformas do governo. A estatal ferroviária grega tem dívidas de 10 bilhões de euros (US$ 14 bilhões), e o governo anunciou planos para cortar benefícios e transferir o excesso de funcionários da empresa ferroviária para outras estatais e empregos no serviço público.

AE-AP, Agência Estado

25 de outubro de 2010 | 14h33

Um projeto de lei que poderá ser aprovado amanhã pelo Parlamento também deverá permitir a privatização parcial da estatal ferroviária e abrir o caminho para um serviço privado de transporte de passageiros.

A greve declarada pelos ferroviários é de 24 horas e será repetida na quarta-feira e na sexta-feira. Os ferroviários prometeram queimar qualquer trem ou comboio de empresa privada que entre em serviço nas ferrovias. Na quinta-feira e no sábado poderão ocorrer interrupções em algumas linhas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.