Grillo diz a jornal que a Itália 'já está fora do euro'

Beppe Grillo, o líder do Movimento Cinco Estrelas na Itália, fez apelo para uma mudança radical na política europeia e questionou a posição de seu país na zona do euro, em entrevista publicada na edição desta quarta-feira do jornal alemão Handelsblatt.

AE, Agência Estado

13 de março de 2013 | 10h21

"A Itália já está, de fato, fora da zona do euro", disse Grillo. "O país chegou ao fundo do poço. Os países do norte da Europa estão nos mantendo até que eles recebam de volta os investimentos que seus bancos fizeram nos títulos italianos. Depois disso eles vão nos deixar cair feito uma batata quente."

Grillo também disse que os cidadãos italianos deveriam ter voz mais forte sobre o papel do país na União Europeia, afirmando ao jornal que promoverá um referendo online sobre a permanência na zona do euro se ele chegar ao poder. "Nós somos a Revolução Francesa sem a guilhotina", disse pedindo um "plano B" na Europa para a resolução de problemas comuns.

O Movimento Cinco Estrelas, de Grillo, teve um forte desempenho nas eleições do mês passado, mas rejeitou a formação de uma coalizão. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ITÁLIAELEIÇÕESGRILLO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.