Gripe avícola se espalha na Tailândia, Japão e China

A epidemia de gripe avícola continua a se espalhar pela Tailândia, China e Japão. Na Tailândia, centenas de cegonhas foram encontradas mortas em dois santuários ecológicos nas cercanias de Bangcoc, contaminadas pela doença. O governo disse que não vai destruir as aves restantes dessas áreas para conter a doença. Segundo Prapat Panyachatraksa, ministro de Meio Ambiente e Recursos Naturais do país, o vírus da influenza foi encontrado em 40% das 800 aves mortas.Os dois santuários foram fechados à visitação pública. Esses lugares, cercados por um grande lago, abrigam mais de 100 mil pássaros de várias espécies. Cerca de 40 mil são cegonhas.No Japão, o vírus da gripe foi encontrado em aves domésticas, segundo a rede de televisão NHK. O país não registrava novos casos desde o mês passado, quando uma granja comercial foi contaminada. Sete aves de estimação morreram entre sábado e ontem em uma casa do distrito de Kokonoe, da prefeitura de Oita, 850 quilômetros a sudoeste de Tóquio.As autoridades sanitárias locais pediram à família que faça testes para verificar se alguém foi contaminado. Na China, um novo caso foi confirmado em uma granja da província de Shandong. Além de Tailândia, Japão e China, o vírus da gripe também foi encontrado no Camboja, Indonésia, Laos, Paquistão, Coréia do Sul, Vietnã e Taiwan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.