Gripe suína: OMS distribui remédio para 72 países

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está enviando 2,4 milhões de doses da droga antiviral Tamiflu para 72 países, dentre eles o México, para combater o surto do vírus da gripe A H1N1, doença conhecida como gripe suína até a semana passada, quando foi rebatizada pela OMS. A porta-voz da OMS, Fadela Chaib, disse que os medicamentos fazem parte de estoques mantidos em Genebra e Basileia, na Suíça, no Estado norte-americano de Maryland e em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

AE, Agencia Estado

05 de maio de 2009 | 12h45

"A OMS está despachando 2,4 milhões de doses de antivirais para países que precisam, dentre eles o México", disse Chaib, sem especificar quais outros países receberão os medicamentos. "A OMS também está suplementando estoques regionais em nossas seis regiões como parte de um plano de contingência para novos fornecimentos para os países", acrescentou ela, sem dar detalhes sobre a quantidade de antivirais que a agência planeja estocar.

Na falta de uma vacina eficiente contra o vírus A H1N1, apenas o Tamiflu, feito pela empresa farmacêutica suíça Roche, e o Relenza, fabricado pela GlaxoSmithKline, da Grã-Bretanha, são consideradas drogas eficientes para manter o vírus sob controle. A Roche disse que doou 5 milhões de doses do antiviral, dos quais 2 milhões são controladas diretamente pela OMS e as demais pela Roche. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
gripe suínaOMSTamiflu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.