Gripe suína: OMS negocia apoio com Banco Mundial

A Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Banco Mundial mantêm diálogo para identificar um potencial apoio financeiro para combater a gripe suína. "Podemos não precisar de dinheiro ou podemos precisar", disse hoje a diretora geral da OMS, Margaret Chan. Ela destacou que conversou hoje com o presidente do Bando Mundial, Robert Zoellick, e disse que os dois órgãos estão agindo de forma "proativa" sobre um financiamento, caso seja necessário.

SUZI KATZUMATA, Agencia Estado

29 de abril de 2009 | 18h25

Chan não quantificou, no entanto, o custo potencial porque as autoridades não sabem com que velocidade o vírus da gripe suína irá se espalhar, o que torna o valor incerto. A OMS elevou nesta tarde para 5 o nível de alerta de risco de pandemia (epidemia generalizada) provocada pelo surto de gripe suína. Segundo o site da entidade, isso significa que há um "forte sinal de que uma pandemia é iminente". A escala da OMS vai de 1 a 6 - o último nível indica que uma pandemia global está em curso. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
gripe suínaOMSBanco Mundial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.