Gripe: vacinação começa em setembro, diz Austrália

O governo australiano anunciou hoje que começará a fazer já em setembro vacinações em massa para prevenção do vírus da Influenza A (H1N1), popularmente conhecida como gripe suína. O processo para imunizar toda a população foi acelerado após testes "promissores" em humanos no fim de junho. A Austrália já reservou doses suficientes do produto para toda a sua população, de mais de 21 milhões de habitantes. Inicialmente, a vacinação estava programada para começar em outubro.

AE, Agencia Estado

20 de agosto de 2009 | 11h25

A ministra da Saúde, Nicola Roxon, disse que os testes foram positivos e as autoridades esperam começar a imunização em setembro, assim que os médicos garantirem a segurança do material. "Parece muito promissor, e certamente faremos tudo que podemos para garantir que a vacina esteja disponível", afirmou ela. "Eu acho que será antecipado para o meio ou fim de setembro, quando começaremos a vacinar os grupos prioritários, que são, é claro, os mais vulneráveis." De acordo com ela, a prioridade para os primeiros dois milhões de doses será para grávidas, portadores de doenças crônicas, crianças em escolas especiais e trabalhadores do setor de saúde.

No México, o governo anunciou que entrou com um pedido de empréstimo no Banco Mundial de aproximadamente US$ 400 milhões. O dinheiro será usado para financiar 20 milhões de vacinas já encomendadas, informou o Ministério da Saúde. O governo mexicano prevê ainda investir outros US$ 125 milhões para a prevenção da gripe suína, segundo o vice-ministro da Saúde, Mauricio Hernández. As autoridades mexicanas também já avisaram que grávidas e doentes terão prioridade no acesso à vacina. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.