Groenlândia será 'relutante' sobre licenças de petróleo

O novo governo da Groenlândia disse na quarta-feira que não planeja emitir novas licenças para exploração de petróleo offshore, um anúncio que foi bem recebido por ambientalistas que se opõem a perfuração em águas do Ártico.

AE, Agência Estado

28 de março de 2013 | 02h57

O novo ministro do país para recursos naturais, Jens-Erik Kirkegaard, disse à

Associated Press em uma entrevista por telefone que as 20 licenças emitidas até o momento estavam em um nível "natural para uma área como a da Groenlândia". Ele também afirmou que o governo será "relutante" em oferecer mais licenças, mas as existentes não serão afetadas.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos estima que 13% da quantidade mundial de petróleo não descoberto e 30% do gás natural inexplorado estão no Ártico. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Groenlândiapetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.