Grupo assume atentado em Ancara

O grupo de esquerda Frente Revolucionária de Libertação do Povo assumiu ontem a autoria do atentado de sexta-feira contra a Embaixada dos EUA em Ancara, Turquia, que deixou dois mortos - o suicida e um segurança. Em uma declaração em um site, o grupo advertiu o premiê Recep Tayyip Erdogan que ele também é um alvo. O grupo também divulgou uma foto do suicida, Ecevit Sanli, de 40 anos, que esteve preso por cinco anos por terrorismo e foi solto em 2002 após apresentar problemas mentais decorrentes de greves de fome.

O Estado de S.Paulo

03 de fevereiro de 2013 | 02h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.