Grupo ataca ônibus e mata pelo menos dez no Paquistão

Pelo menos 10 passageiros foram mortos e 20 ficaram feridos após homens armados abrirem fogo contra dois ônibus na cidade portuária paquistanesa de Karachi. "Homens não identificados interceptaram dois ônibus numa via do bairro de Banaras Chowk e fizeram disparos indiscriminados contra os passageiros, matando pelo menos 10 e ferindo 20 pessoas", informou Sharfuddin Memon, funcionário do Ministério do Interior, à agência France Presse. Segundo ele, a identidade dos agressores, que escaparam pelas ruas estreitas do bairro, é desconhecida.

AE, Agência Estado

07 de julho de 2011 | 13h44

Mais cedo, funcionários do governo haviam informado que o terceiro dia consecutivo de violência havia deixado quase 40 mortos no país, sem incluir as vítimas do ataque aos ônibus. A suspeita é de que os assassinatos tenham sido cometidos por homens leais ao Movimento Muttahida Qaumi e ao Partido Nacional Awami, que já foram parceiros de coalizão, mas representam diferentes comunidades étnicas.

Os eventos destacam o problema de segurança no centro econômico do país, que é usado pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) para enviar suprimentos para o Afeganistão. A cidade também registra assassinatos sectários, sequestros e outros tipos de crime. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoataqueônibus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.