Grupo curdo sequestra ferryboat com 22 pessoas a bordo na costa da Turquia

Um ferryboat que cruzava o Golfo de Izmit, entre as cidade turcas de Izmit e Golkuk, no Mar de Mármara, foi sequestrado na tarde de ontem por terroristas armados. Eles diziam integrar o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que milita pela independência do território curdo. Até a noite, quando 18 passageiros e 4 tripulantes eram mantidos reféns, nenhuma exigência tinha sido feita pelos sequestradores. Até seis militantes, entre eles um que dizia carregar uma bomba, participavam da ação. As autoridades cercavam o ferryboat com capacidade para 400 pessoas com 3 barcos e 1 helicóptero.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.