Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
AP
AP

Grupo da al-Qaeda reivindica assassinatos de Toulouse

Em comunicado divulgado na internet, 'Os Soldados do Califado' se congratulam da operação lançada por 'um dos cavalheiros do Islã'

Efe,

22 de março de 2012 | 13h14

CAIRO - O grupo "O Exército do Califado", vinculado à rede terrorista al-Qaeda, reivindicou o massacre realizado na segunda-feira em uma escola de Toulouse pelo francês Mohammed Merah, que foi morto nesta cidade por forças de elite da Polícia francesa nesta quinta-feira, 22.

 

Veja também:

link Suspeito parou de fazer contato ontem à noite

link IP de computador entregou localização de Merah

link Atirador francês fugiu de prisão no Afeganistão

link Mohammed Merah era investigado há anos

Em comunicado divulgado em páginas da internet utilizadas habitualmente pelos grupos islamitas, "Os Soldados do Califado" se congratulam da operação lançada por "um dos cavalheiros do Islã", que encheu "de medo os corações dos inimigos de Deus". 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Al-QaedaToulouseFrançaassassinatos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.