Grupo de 85 militares brasileiros volta do Haiti

Um grupo de 85 militares brasileiros que integrava a missão de Paz da Organização das Nações Unidas (ONU) chegou hoje ao Brasil, depois de seis meses de trabalho no Haiti. Avião da Força Aérea Brasileira (FAB) pousou na Base Aérea de São Paulo, em Guarulhos (SP), onde desembarcaram 45 militares. Depois seguiu para a Base Aérea de Canoas (RS) onde chegaram às 11h20 os outros 40. As informações são do Comando Militar do Sudeste.

ANA PAULA RIBEIRO, Agencia Estado

23 de janeiro de 2010 | 15h43

Na segunda-feira outros 130 militares devem desembarcar em Guarulhos. Os brasileiros que integram a Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustahi) permanecem no País por seis meses e só regressam quando chegam seus substitutos. Ao voltar eles se submetem a avaliação médica e psicológica.

O Brasil comanda a missão de paz desde junho de 2004 e atualmente integram a força 1.266 brasileiros, mas o governo quer dobrar o contingente. A proposta é enviar mais 900 militares e outros 400 ficariam aqui à disposição. O Congresso, em recesso até 2 de fevereiro, marcou para a segunda-feira uma sessão da comissão representativa para examinar pedido do ministro da Defesa, Nelson Jobim, de aumento do contingente. Aprovado o reforço, será definido o cronograma para o envio de forças e selecionados militares que já estiveram em missão no Haiti.

Tudo o que sabemos sobre:
Haititerremotomilitares

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.