Grupo de escudos humanos parte no sábado rumo ao Iraque

Cinqüenta voluntários dispostos a atuar como escudos humanos durante uma eventual guerra contra o Iraque partirão no próximo sábado de Londres rumo a Bagdá. Os voluntários, que viajarão em dois tradicionais ônibus vermelhos de dois andares, entregaram hoje, na sede do governo em Downing Street, uma lista das cidades onde prestarão serviços em hospitais e outros locais "fundamentais para a vida diária da população iraquiana", explicou Ken O´Keefe. O´Keefe é um ex-fuzileiro naval americano, veterano da Guerra do Golfo de 1991, que organizou a missão. "Agora Tony Blair sabe oficialmente onde nos encontraremos. Se for começar a guerra, sabe que poderá matar cidadãos britânicos e americanos", acrescentou. Os ônibus londrinos deverão chegar à capital iraquiana em 8 de fevereiro, segundo cálculos dos organizadores. Durante a viagem, eles se deterão em várias localidades da Europa para recolher outros voluntários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.