Grupo de extrema direita perde 15 combatentes na Colômbia

Pelo menos 15 membros das Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC), uma organização armada ilegal de extrema direita, morreram hoje no extremo nordeste da Colômbia, declarou hoje o presidente Álvaro Uribe.O governante, que não deu mais detalhes do fato, disse à imprensa que os combates aconteceram entre os municípios de Urumita e Villanueva, no departamento de La Guajira, perto da fronteira com a Venezuela.A informação, disse Uribe, foi recebida diretamente do comando da brigada militar, que tem sede na cidade de Valledupar, capital do departamento (estado) do Cesar, próximo do local dos enfrentamentos e que depende da primeira Divisão do Exército.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.