Grupo de garotas bate numa menina de 9 anos até matá-la

Um grupo de adolescentes bêbadas bateu e esfaqueou uma menina de 9 anos, uma tajique da Ásia Central, até matá-la e feriram gravemente seu pai e um primo de 11 anos, informaram, hoje, autoridades russa.O grupo de 10 a 12 garotas, armadas de facas, soqueiras de metal, correntes e bastões, assaltaram os três num pátio no centro da cidade, ontem à noite, segundo Yelena Ordynskaya, porta-voz da promotoria da cidade.?A menina recebeu 11 facadas e morreu no local?, ela disse.O pai, de cerca de 34 anos, e o menino conseguiram sobreviver ao ataque e estão hospitalizados.A polícia não sabe se as adolescentes pertencem a algum grupo ultra-nacionalista. Mas a governadora de São Petersburgo, Valentina Matviyenko, disse numa reunião municipal que ?precisamos lutar contra manifestações de nacionalismo em nossa cidade?, segundo informou a agência oficial Tass.Muitos tajiques e membros de outras nacionalidades empobrecidas da antiga União Soviética emigram para a Rússia com esperança de vida melhor e são freqüentemente alvos de ataques de skinheads.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.